Tuesday, 4 November 2008

If the world could vote?

Charge de Patrick Moberg aqui no blog good news de Isabella Lychowski

Vambora, moçada!

http://www.patrickmoberg.com/november-4-2008.jpg

(dica do Nando)

=========================================

Discurso de Barack Obama como presidente eleito

=====================================

Atualize sua gíria

"Não se diz mais ´mó barato` para elogiar alguma coisa, mas

´mó Obama`."

(notinha da Coluna Gente Boa, O Globo, 13/11/2008)

========================================

E, já que estamos falando em cores,

por acaso faz algum sentido essa história de que temos uma cor?

E o Brasil, já teve um presidente branco?

Caetano acha que sim.

Vale dar uma espiada na contribuição do João Paulo Cuenca para uma "descrição" de raça brasileira:

"Diz-se que o passaporte brasileiro no mercado negro é o mais caro do mundo. Isso aconteceria porque, etnicamente, qualquer ser humano pode se passar por um de nós. Somos a mescla mais desconexa de DNA do Planeta. Por isso, o brasileiro é um disfarce que jamais despertará dúvidas. Brasileiros são ruivos e índios, brancos e negros, indistintamente e sem traço comum."

continuação da crônica do Cuenca de 04/11/2008

Fontes:

Vídeo: Blog Obra em Progresso, de Caetano Veloso

Trecho do texto do Cuenca: Blog do Cuenca

1 comment:

Kamila said...

Concordo com João Paulo Cuenca. O DNA do brasileiro é o mais desconexo do planeta. A vitória do Barack Obama é algo histórico e estou na torcida para que ele seja um excelente presidente.