Saturday, 16 January 2010

Movimento Crie Futuros

Especialista em economia criativa e desenvolvimento, Lala Deheinzelen pertence ao movimento Crie Futuros e é proprietária da Enthusiasmo Cultural. Na passagem pelo Seminário Internacional do Fórum da Cultura Digital Brasileira, ela gravou a entrevista em vídeo (não consegui inserir aqui!), em que fala sobre a necessidade de mudar paradigmas e de pensar sobre o mundo que queremos construir.

“Em momentos de grande transição, como este que a gente vive, sempre existiram imagens de futuro para inspirar. Tudo o que é hoje foi sonhado antes. E quando a gente olha para as imagens de futuro de hoje, a maior parte das coisas são muito tenebrosas. E o medo paralisa, ele não inspira a inovação. O que ajuda a motivar e fazer escolhas melhores é projetar coisas interessantes”, disse.

Lala falou ainda sobre a importância da cultura digital e da democratização de comunicação trazida pelas novas tecnologias. “A internet é a prova da generosidade humana. A porcentagem de besteira que tem é ínfima perto das coisas extremamente generosas. Você manda uma pergunta e alguém te responde. Por que? Pelo prazer da troca”, afirmou.

A necessidade de pensar em um novo modelo econômico, mais adequado a essa nova realidade, também foi abordado pela consultora. “A gente sabe mensurar coisas só do tangível, da economia tradicional. Isso é possível medir em número e quantidade. Agora, o social, o ambiental e o cultural não têm métricas e ficam de fora. Como medir esses capitais? Precisamos desenvolver esses outros valores, essas moedas”.

Crie Futuros: http://www.criefuturos.com.br/
Crie Futuros no Twitter: http://twitter.com/criefuturos
Fonte: Fórum da Cultura Digital Brasileira

2 comments:

Stella Halley said...

Oi Bella,

Passei para convidá-la a participar da promoção de um blog.
Fiz um post sobre o assunto, intitulado "Promoção do blog Um pouco de mim". É uma brincadeira bacaninha.

Vamos animar esse começo de ano tão estranho. Um beijo,
s.

Stella Halley said...

corrigindo,

A postagem é "Em 2010 em quero..."